Perfil de um vencedor

 

O vencedor é aquele sonhador capaz de transformar uma idéia em uma realidade rentável. Devemos lembrar, porém, que ele não nasce pronto. Embora tenhamos exemplos de pessoas de sucesso que “se fizeram do nada”, ao analisarmos suas histórias observamos que, além de se empenharem em colocar suas idéias em prática, reuniam um conjunto de características pessoais (potencial) que foram constantemente aperfeiçoadas. Ou seja, o verdadeiro vencedor está permanentemente se lapidando e se desenvolvendo. Vejamos então, quais são as principais características que compõem este perfil:

  • Autoconfiança: ter consciência de seu valor sentir-se seguro em relação a si mesmo, e com isso, poder agir com firmeza e tranqüilidade.
  • Automotivação: poder buscar a realização pessoal através do trabalho, com entusiasmo e independência.
  • Comunicação: capacidade para transmitir e expressar idéias, pensamentos, emoções com clareza e objetividade.
  • Criatividade: capacidade de buscar soluções viáveis e adequadas para a solução de problemas.
  • Energia: força vital que comanda as ações dos indivíduos (“pique”).
  • Flexibilidade: capacidade para compreender situações novas, estar disponível para rever posições, aprender.
  • Iniciativa: capacidade para agir de maneira oportuna e adequada sobre a realidade, apresentando soluções, influenciando acontecimentos e se antecipando às situações.
  • Integridade: qualidade do caráter, ligada à retidão de princípios, imparcialidade, honestidade, coerência e comprometimento (com as pessoas, com o negócio, consigo mesmo).
  • Liderança: capacidade para mobilizar as energias de um grupo de forma a atingir objetivos, através de uma relação de parceria, estimulando o crescimento das pessoas, num clima de motivação e moral elevados.
  • Negociação: capacidade para fazer acordos cooperativos como meio de obter o ajustamento de interesses entre as partes envolvidas.
  • Perseverança: capacidade de manter-se firme e constante em seus propósitos, porém, sem perder a objetividade e clareza frente às situações (saber perceber limites).
  • Persuasão: habilidade para apresentar suas idéias e/ou argumentos de maneira convincente.
  • Planejamento: capacidade para mapear o meio ambiente, analisar recursos e condições existentes, buscando estruturar uma visão de longo prazo dos rumos a serem seguidos para atingir os objetivos.
  • Relacionamento interpessoal: habilidade de conviver e interagir adequadamente com as outras pessoas.
  • Resistência à frustração: capacidade de suportar situações de não satisfação de necessidades pessoais ou profissionais, sem se comportar de maneira derrotista, negativa ou confusa.
  • Sensibilidade administrativa: capacidade para perceber, identificar e avaliar variações diversas nas pessoas, no ambiente e nos processos, podendo assim, interferir de maneira oportuna, buscando soluções adequadas para a prevenção, ou eventualmente, a correção de problemas.

Evidentemente, ninguém é o super-homem que reúna todas estas características em perfeito equilíbrio.

Freqüentemente, será necessário desenvolver diversos aspectos ou, até mesmo, formar parceria com alguém que possua características complementares.

O primeiro passo, contudo, será identificar seus pontos fortes e aqueles a serem desenvolvidos, pesar ambos e ponderar se realmente você se enquadra no perfil do vencedor.

 

Please update your Flash Player to view content.

© 2003 – 2014 – CERVESIA – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS