Diretrizes para o consumo responsável de cerveja

 

O médico alemão Dr. Karl-Heinz Ricken, autor do livro “Saudável com cerveja“, resumiu a relação responsável com a cerveja em 6 diretrizes:


1. Pesquisas científicas comprovam as ações positivas do consumo moderado de cerveja sobre a saúde. As seguintes quantidades diárias não apresentam inconvenientes:


20 g de álcool para a mulher (corresponde a 0,5 litro de cerveja)

40 g de álcool para o homem (corresponde a 1 litro de cerveja)


2. As seguintes fases da vida e âmbitos não combinam com o consumo mesmo moderado de álcool:


- durante toda a gravidez e amamentação;

- no consumo de determinados medicamentos;

- para muitas funções no lugar de trabalho;

- na participação ativa no trânsito;

- para crianças e jovens;

- para dependentes de álcool e pessoas ameaçadas pelo álcool.


3. A cerveja é a bebida mais antiga do mundo com cultura e tradição.


Os efeitos positivos no bem estar físico, psíquico e social justificam as recomendações de um consumo moderado de cerveja para adultos.


4. O cultivo de hábitos de consumo (como por exemplo, o prazer de comer) e um estilo de vida saudável (por exemplo, alimentação mediterrânea, esporte, carência de nicotina) podem prevenir o abuso.


5. São responsabilidades da família, das cervejarias e suas associações, dos políticos e jornalistas, o ensinamento da relação cultivada com a cerveja e informar de modo responsável os adultos e as novas gerações sobre as vantagens de um consumo moderado de cerveja.

6. O esclarecimento, a informação e o fortalecimento da própria responsabilidade fazem mais sentido e são mais eficientes do que proibições e outras medidas drásticas.


Fonte: Bayerischen Brauerbund e.V.

Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold