A absorção e degradação do álcool no corpo humano

 

Quando é bebido um copo de cerveja, vinho ou destilado, o etanol vai para o estômago e o intestino delgado através da boca e esôfago.


Há uma enzima na parede do estômago, – álcool desidrogenase – que degrada uma pequena quantidade do álcool que passa através do estômago. Quanto mais álcool for degradado no estômago, menos vai para o sangue. Mulheres possuem menos enzimas do que os homens. Pessoas que são dependentes do álcool e pessoas que estão ingerindo certas drogas possuem menos álcool desidrogenase em sua parede estomacal. Isso significa que mais álcool será absorvido para o sangue.


A maior parte do álcool ingerido é absorvida pelo intestino delgado e vai diretamente para a corrente sangüínea. Uma pequena proporção da quantidade de álcool absorvida é removida do corpo através da urina, suor e respiração. Os testes de bafômetro feitos pela polícia são baseados na eliminação do álcool através da respiração. Porque um pouco do álcool absorvido escapa através desta rota sem ter sido degradado, a respiração inevitavelmente terá um típico odor de álcool.


A maior parte do álcool continua a circular no sangue até que seja gradualmente processado pelo fígado. Como o álcool passa pelo fígado, um pouco de álcool permanece no fígado onde é degradado. O fígado possui vários sistemas para o processamento do álcool.


A taxa com a qual o etanol vai do sistema digestivo para a corrente sangüínea também depende de quão cheio está o estômago. Com um estômago vazio, leva no máximo de 15 a 30 minutos antes que o etanol apareça no sangue. Se, por outro lado, o álcool é consumido com uma farta refeição, então a absorção de etanol no sangue pode ser retardada por até uma hora.

O álcool na cerveja é processado mais facilmente pelo fígado do que o álcool do vinho e destilados.

Mulheres e homens saudáveis que consomem a mesma quantidade de etanol (0,5 gramas por kg de peso corporal) em um estômago vazio na forma de cerveja, vinho ou whisky mostram diferentes níveis de álcool dependendo do tipo de bebida. Após beber cerveja o nível de álcool é o mais baixo. Quanto maior for a concentração de etanol na bebida, maior será o nível de álcool no sangue. Após beber destilados, você, é claro, terá um nível de álcool maior do que após beber a mesma quantidade de vinho ou cerveja.


Os níveis de álcool no sangue aumentam mais lentamente e diminuem mais rápido após beber cerveja em comparação com vinho e destilados.


Fonte: Beer & Health

Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold