Médico francês diz que a bebida não engorda. Nutricionistas discordam

 

Nos homens, algumas mulheres até acham charmoso. Mas, entre elas, não há perdão: a tal “barriguinha de chope” acaba com qualquer silhueta. Para evitá-la, muitas abrem mão da cervejinha com as amigas, o que, para o médico francês Gérard Mégret, é um sacrifício em vão. Autor do livro “Fausses idees et vraies questions sur votre santé” (Falsas ideias e questões verdadeiras sobre a sua saúde, da Solar Editora), ele garante que a cerveja não engorda e quem a consome com moderação, ou seja, dois copos ao dia, tende a beliscar menos entre as refeições e sente menos necessidade de ingerir doces. Para reforçar sua tese, ele cita o fato de os japoneses consumirem mais a bebida do que os alemães, e serem, em sua maioria, mais magros.

 

Mas, para especialistas brasileiros, esse conceito pode estar equivocado. O nutricionista Hélio Ventura condena esse tipo de argumento:

 

— Quando ingerimos álcool, seja cerveja ou outra bebida, temos uma baixa de glicemia que resulta em uma “fome” ainda maior.

 

Nutricionista da Clínica Dicorp, Cristiane Novatto concorda e acrescenta que bebidas como a cerveja atraem os petiscos. Segundo ela, o peso dos goles a mais pode ser indigesto na hora de contabilizar as calorias.

 

As Calorias

Cachaça

½ copo (100 ml) à 231 Kcal

 

Batidas

½ copo (100 ml) à 251 Kcal

 

Cerveja

1 copo (240ml) à 101 Kcal

 

Champanhe

1 taça à 85 Kcal

 

Conhaque

1 dose (50 ml) à 125 Kcal

 

Daiquiri

½ copo (100 ml) à 116 Kcal

 

Meia de Seda

1 copo (240 ml) à 140 Kcal

 

Rum

1 copo de 50 ml à 110 Kcal

 

Vinho branco doce

1 taça (110 ml) à 142 Kcal

 

Vinho moscatel

1 taça (10 ml) à 137 Kcal

 

Vodca

1 cálice (30 ml) à72 Kcal

 

Uísque

1 dose (100 ml) à 240 Kcal

 

— O consumo excessivo do líquido junto com outros alimentos proporciona uma dilatação do estômago, que passa a exigir cada vez mais um volume maior de alimentos. O excesso de peso adquirido, principalmente nos homens, tende a se concentrar na região da cintura e do abdômen. É bom lembrar que tomar uma cervejinha em um dia da semana não vai causar estragos no corpo de ninguém, mas muitos copos, sim — alerta Cristiane.

 

Um copo de 300 ml de cerveja possui, em média, 110 calorias. Mas, quando associado a outras guloseimas, a ingestão de calorias pode triplicar. Para a nutricionista do Hospital Balbino Tereza Labanca, a cerveja tem um teor alcoólico baixo, 6% de álcool em média, mas o problema é que acaba sendo apreciada em grande quantidade:

 

— Como os efeitos do álcool demoram a aparecer, a pessoa continua ingerindo. A bebida não é muito calórica, uma latinha tem em média 130 calorias, o que equivale a uma barra de cereal. Porém, nunca vem só.

 

Fonte: Extra Globo Online, por Mariana Muller – 05/09/2009