A cerveja protege contra o câncer de mama e de próstata

Pesquisadores do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer em Heidelberg descobriram que a cerveja contém uma molécula poderosa que ajuda a proteger contra câncer de mama e próstata, reportou o jornal Daily Mail.

Encontrada no lúpulo, a substância chamada xanthohumol bloqueia a ação excessiva de testosterona e estrogênio. Ela também ajuda a evitar a liberação de uma proteína chamada PSA, que incentiva a propagação do câncer de próstata.

Os cientistas sabem há muito tempo que as substâncias do lúpulo ajudam a bloquear o estrogênio. Esta é a primeira vez, no entanto, que elas têm sido encontradas também para inibir a testosterona.

"A pesquisa ainda está em testes iniciais, mas esperamos continuar a demonstrar que o xanthohumol previne ativamente o desenvolvimento do câncer de próstata", diz Clarissa Gerhäuser do centro de Heidelberg. Se bem sucedido, o xanthohumol pode um dia ser desenvolvido como uma droga de combate ao câncer”.

"O lúpulo confere à cerveja o seu sabor amargo, assim as tradicionais cervejas bitter e ale irão conter muito mais dessa substância do que as lagers leves", explica Ben McFarland, autor do livro World's Best Beers.

As cervejas com teor mais elevado de lúpulo, diz ele, são as cervejas India Pale Ale. Fabricadas pela primeira vez nos anos 1800, estas ales foram elaboradas com elevadas quantidades de lúpulo para agir como um conservante natural para a exportação.

A bitters tradicionais também são ricas em lúpulo, contendo cerca de três a quatro vezes mais do que uma típica cerveja lager leve, acrescentou.

Fonte: BelgianShop WeekLetter 1409 – 21/01/2010

Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold