A cerveja como um benefício para o corpo e a alma

A cerveja não tem quase nenhuma gordura e colesterol zero. Ela engorda menos do que o vinho e bebidas prontas para beber, e contém menos açúcar e mais fibras alimentares, graças à sua composição que contém cevada (malteada).

O malte é rico em minerais e vitaminas, especialmente B6 e B12, e 500 ml de cerveja suprem cerca de 30% da necessidade média diária de uma pessoa com relação às vitaminas. A presença de lúpulo pode proporcionar benéficos efeitos sedativos e seu amargor pode auxiliar a digestão.

Bebedores moderados de cerveja são menos propensos ao estresse e as doenças cardíacas do que os abstêmios e bebedores pesados. O álcool, consumido em quantidades moderadas, reduz os depósitos de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos e também reduz os níveis de colesterol no sangue, que pode prevenir as doenças cardíacas e estabilizar sua pressão arterial.

E não vamos esquecer que a cerveja é composta de cerca 95% de água. Seu alto teor de água e relativamente baixo teor alcoólico em relação ao vinho e bebidas espirituosas, torna-a uma bebida boa para matar a sede.

A composição iônica ideal da cerveja também ajuda a prevenir pedras nos rins e vesícula biliar. Com toda essa água, é também um diurético que pode ajudar a manter o trato urinário aberto e prevenir infecções. A cerveja apresenta também traços de zinco, cobre e ferro, que podem ajudar com problemas de próstata. E o lúpulo na cerveja tem sido associado a ajudar a prevenir coágulos sanguíneos.

Assim, para o bem do seu corpo e alma, desfrute de um par de cervejas sempre que lhe apetecer.

Fonte: BelgianShop WeekLetter 1410 – 04/02/2010
Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold