Será que a cerveja realmente oferece alguns benefícios à nossa saúde? | Julho | 2016

Se você, assim como muitos, aprecia uma cervejinha gelada no final da tarde, pode comemorar!

Se você, assim como muitos, é amante da deliciosa cerveja, já pode comemorar, pois a bebida, que é uma das mais velhas amigas da humanidade, pode ser também uma grande aliada quando o assunto é a qualidade de vida do coração. Estudos publicados recentemente pelo Journal of Molecular and Cellular Cardiology chamaram a atenção para o fato de que a ingestão moderada da bebida oferece efeitos protetores para o coração, ajudando na redução de até 50% do risco de infarto agudo do miocárdio.

As substâncias que estão presentes nos cereais, malte e lúpulo que compõem a cerveja também colaborariam na fixação do cálcio nos ossos, na diluição das placas gordurosas nas nossas artérias, ganho de peso e também no diabetes.

Estudiosos afirmam que o consumo de cerveja com moderação traz benefícios à nossa saúde

Moderação

O representante oficial da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e também o especialista em medicina do esporte, Nabil Ghorayed, avisa que o consumo moderado é de aproximadamente 400 ml por dia. “O maior problema é que a ingestão de cerveja aqui no Brasil é algo que não tem moderação, e ainda o povo costuma consumi-la com comidas gordurosas e salgadas”, diz o médico.

Ele conta que vários estudos mostram os efeitos benéficos de bebidas como o vinho e a cerveja, mas destaca que o consumo excessivo pode trazer muitos riscos à nossa saúde e pode levar até mesmo ao alcoolismo. “Por isso é complicado aconselhar o consumo da bebida, afinal, nem todo mundo consegue ter o controle necessário para aproveitar os benefícios que ela nos oferece”. Ghorayeb alerta sobre a cerveja que não contem álcool e conta que ela também surte bons efeitos. “O sabor da cerveja sem álcool não fica muito atrás do que a da cerveja com álcool, mas infelizmente nem todos partilham dessa mesma opinião”, completa o médico. A nutricionista Lídia Layola conta que a cerveja é sim um ótimo alimento, ressaltando também que é preciso consumi-la com moderação. 

Nutritiva

A bebida é amada pelos povos mesopotâmicos, egípcios e sumérios. É rica em ácido fólico - indispensável na boa formação dos bebês -, ferro, vitaminas do complexo B, carboidratos e cálcio, que colaboram para que o organismo metabolize a glicose e transforme o açúcar em energia.

Lídia ressalta que dificilmente os nutricionistas recomendam o consumo da bebida, pois elas são muito calóricas e nem sempre é possível assegurar o uso terapêutico. Ela lembra que, se a bebida for acompanhada de uma alimentação controlada, pode ser sim uma ótima aliada para a saúde e boa forma. Afirma ainda que a bebida oferece benefícios tanto para homens como para as mulheres.

Fonte: http://br.blastingnews.com/ - 16/07/2016