Saúde em um copo de cerveja

 

Mesmo apesar dos médicos sempre enfatizarem o lado ruim do consumo de bebidas alcoólicas, beber cerveja com moderação pode ser um remédio. Amantes da cerveja podem colocar um sorriso em suas faces, porque foi cientificamente provado que cerveja possui um efeito positivo sobre a saúde. É claro, que isso é ligado ao consumo com moderação.


Efeitos anticancerígenos: Um elemento encontrado no lúpulo, um dos ingredientes da cerveja, possui um afeito anticancerígeno. Cientistas estão atualmente estudando a possibilidade de utilizar este ingrediente na produção de remédios para tratamento de alguns tipos de tumor.


Fonte de vitaminas: Cada copo de cerveja é uma rica fonte de vitamina B6, o que foi provado ter efeitos positivos na redução de doenças cardíacas. Também ficou demonstrado que pessoas que bebem cerveja regularmente possuem colesterol mais baixo e gordura em seu sangue, e por isso um sistema cardiovascular mais saudável.


Pesquisadores americanos e finlandeses conduziram um estudo que prova que a cerveja reduz drasticamente o perigo de cálculos renais em 40%.


Melhora a memória: Pesquisa efetuada por uma equipe sueca provou algo muito interessante. O cérebro de camundongos aos quais foi dada a quantidade ótima de álcool produziu novas células cerebrais. A mesma pesquisa mostrou que pessoas que bebem uns poucos copos de cerveja por semana na sua idade avançada, possuem menos problemas com a memória. Cerveja também desacelera os sinais do envelhecimento corporal.


Acorda e relaxa: Mesmo que não haja cafeína na cerveja, foi demonstrado que ela possui um leve efeito contra o sono, e melhora o seu humor induzindo a secreção do “hormônio da felicidade”, a serotonina.


A cerveja não contém álcool em demasia, mas apenas o suficiente para haver um efeito relaxante sobre o cérebro que reduz o stress e com isso reduz a possibilidade de adoecer de enfermidade que resulta de um stress constante.


Fonte: BelgianShop Newsletter 1317

Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold