Consumo de cerveja na juventude aumenta risco de dependência de bebidas alcoólicas na vida adulta

Jovens que começam a beber álcool aos 14 anos tornam-se dependentes da bebida na vida adulta.

Investigadores da Universidade de Vermont, no Canadá, descobriram que beber álcool precocemente está associado ao seu consumo excessivo na vida adulta. Um copo de vinho ou de cerveja aos 14 anos pode colocar os adolescentes no caminho das bebidas alcoólicas na vida adulta, segundo o estudo que foi citado pelo Daily Mail.

O consumo precoce de álcool pode ser um dos fatores que ajudam a identificar o risco de uma pessoa se tornar dependente do álcool na vida adulta. Outros fatores incluem traços de personalidade como o risco e sensação de procura, história familiar, genética e estrutura cerebral.

Quando combinados, estes fatores podem ajudar a prever quais as pessoas que, de um grupo de jovens de 14 anos, se podem tornar dependentes de bebidas alcoólicas aos 16 anos, com uma precisão de 70%.

Mesmo aqueles que consumiram uma bebida alcoólica aos 14 anos tinham maior probabilidade de se tornarem consumidores ativos de bebidas alcoólicas anos mais tarde, revelou o estudo.

Hugh Garavan, da Universidade de Vermont, no Canadá, que coliderou o estudo, afirmou que o período vulnerável entre os 14 e os 16 é "crítico" para o comportamento futuro de um jovem em ralação à bebida. O estudo analisou os dados de mais 2.000 jovens de 14 anos da Inglaterra, Irlanda, França e Alemanha. Todos os jovens eram participantes do IMAGEN, um dos maiores estudos sobre o desenvolvimento do adolescente.

Foram analisados os padrões dos jovens que passaram a tornar-se dependentes do álcool aos 16 anos e que se embebedaram pelo menos três vezes em ocasiões separadas.

Fonte: O Meu Bem Estar – 04/07/2014