Provemos uma cerveja

 

Certamente, algumas pessoas argumentam que a qualidade de uma cerveja pode ser determinada através da visão. Mas para dar à bebida uma nota final, observar todas as sutilezas de seu gosto e aroma, todo o buquê, você deve prová-la. E não só provar, mas também cheirá-la. E o olfato é essencial ao processo.


Quando nós provamos a cerveja ou qualquer outra bebida, em primeiro lugar nós não percebemos isto pela língua, mas principalmente pelo nariz quando nós inspiramos e expiramos o aroma da amostra do produto.


O olfato do ser humano é mais multifacetado e sensível do que o paladar. Se você quiser avaliar a qualidade de uma cerveja por seu aroma, você deveria determinar o quão equilibrada é a combinação de todos os cheiros você está inalando e expirando, e só então toma o primeiro gole.


É difícil detectar o buquê inteiro de aromas imediatamente. Se você quer sentir isto mais intensamente, inspire pelas várias vezes pelo nariz e exala pela boca. Além disto, nós também cheiramos a cerveja quando nós bebermos: o movimento da bebida na cavidade bucal envia aromas à região do olfato.


A percepção de um cheiro é mais alta quando nós terminarmos de engolir. Experimente “cheirar" a sua cerveja deste modo - sensações agradáveis significam que a cerveja que você bebe é boa, e se você gosta de seus cheiros - é a sua cerveja.


E, certamente, a cerveja deve ser degustada! Degustando-a nós determinaremos sua temperatura, consistência, corpo, adstringência – tudo isto junto nos dá uma idéia sobre o gosto da cerveja. Pode ser tão diferente - adocicado, salgado, amargo, ou ácido. Uma característica muito importante da cerveja não é só o seu gosto, mas também o sabor restante que persiste na boca durante algum tempo, depois de ser dado o primeiro gole.


"Doces" amantes de cerveja sentem o gosto da bebida imediatamente - o gosto doce é sentido assim que a cerveja esteja na boca. Cerveja "amarga" dá prazer bem posteriormente, só depois que o primeiro gole é dado. Aqueles que preferem cerveja amarga estão prolongando seu prazer deste modo.


Entretanto, a maioria de cervejas contém em diferentes combinações todos os quatro gostos. E a noção "cerveja gostosa" está composta do sentimento complexo de doçura e amargo, ácido e salgado, e esta sensação não é momentânea, mas prolongada. É uma transição consecutiva de gosto a gosto, que traz sensações agradáveis.


Esta é a habilidade do cervejeiro – a de equilibrar todas as quatro sensações. Uma discórdia mínima - e a beleza do gosto desaparece.


A propósito, uma sensação prolongada de amargor residual no sabor atesta a baixa qualidade da cerveja, seus ingredientes ou uma falha no processo.


Experimente cervejas diferentes, procure a que será sua favorita por muitos - muitos anos!


Fonte: BelgianShop WeekLetter 1361 - 10/10/2008

Traduzido e Adaptado por Matthias R. Reinold