Festival goiano premia melhor cerveja caseira

Primeira Copa Piri Bier vai escolher receita da cerveja oficial da próxima edição do Festival, que ocorre no segundo semestre do ano

Inscrições do concurso poderão ser feitas até o próximo dia 31
Foto: Reprodução

Já em sua quinta edição, o Piri Bier — Festival de Cervejas Artesanais foi idealizado como uma maneira de fomentar a cadeia produtiva da cerveja artesanal brasileira, dando destaque ao trabalho de microcervejarias espalhadas pelo país. Em 2017, o Festival inicia uma nova missão, lançando a primeira edição da Copa Piri Bier de Cerveja Caseira.

O concurso vai dar aos cervejeiros amadores a oportunidade de testarem a qualidade e o padrão de sua produção da bebida. Aberta à participação de cervejeiros caseiros de todo o Brasil, o júri da competição — formado por mestres cervejeiros, sommeliers e degustadores profissionais da bebida — vai selecionar a melhor cerveja caseira para ser produzida em larga escala pela Cervejaria Goyaz, resultando, a princípio, em dois mil litros da bebida.

Os demais concorrentes também terão oportunidade de aprimorar suas bebidas, uma vez que os jurados farão uma avaliação aprimorada e com embasamento técnico e receberão orientação sobre a qualidade do produto apresentado, e dicas para melhor harmonizá-lo.

O lançamento oficial da cerveja campeã será feito durante a sexta edição do Piri Bier, que acontece no segundo semestre de 2017 em Goiânia. O vencedor será presenteado com 120 garrafas da cerveja idealizada por ele e receberá a menção de seu trabalho e seu nome impressos no rótulo da bebida.

Um cervejeiro caseiro que queira hoje produzir os 2 mil litros da sua receita em uma cervejaria profissional teria que investir a partir de R$ 40 mil reais, para custear os gastos envolvidos com insumo, utilização do maquinário e mão de obra, calcula a proprietária da Cervejaria Goyaz, Patrícia Mercês. Quando incluídos outros custos como planejamento de marketing, desenvolvimento de rótulo, distribuição e logística, esse valor pode atingir até R$ 250 mil, para se colocar um produto inédito no mercado.

“O Piri Bier quer promover essa experiência da profissionalização da produção caseira a um cervejeiro amador que tem potencial criativo para investir neste segmento. Conhecemos história de cervejeiros caseiros que, ao serem bem classificados em concursos Brasil afora resolveram entrar de vez no mercado. Esse é o pontapé inicial que pode despertar novos talentos, que hoje estão bebendo seus excelentes produtos apenas nas rodas de amigos”, explicou o idealizador do Piri Bier, Ricardo Trick.

Regras

Podem participar da I Copa Piri Bier cervejeiros caseiros que tenham mais de 18 anos. O concurso vai analisar amostras que atendam os estilos “Extra Special Bitter” e “Saison”. Os concorrentes podem inscrever até duas cervejas, sendo uma de cada estilo.

A organização do concurso liberou a adição de frutas, condimentos e especiarias aos competidores para permitir, com isso, uma maior liberdade ao processo criativo da bebida, sendo necessário que os competidores atendam às regras preconizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para produção e comercialização de bebidas alcoólicas.

As inscrições estão abertas desde a última terça-feira (7/3) e podem ser feitas até o dia 31 de março. Será cobrada uma taxa de R$ 75 por bebida inscrita. O processo de inscrição e o pagamento serão efetuados pelo site do concurso.

O participante terá até o dia 12 de abril para enviar as amostras — três de cada cerveja inscrita — à sede da Cervejaria Goyaz, em Goiânia, para que sejam devidamente julgadas nos dias 18, 19 e 20 de abril. O resultado final será divulgado no dia 21 de abril, durante a realização do Piri Bier em Pirenópolis.

Fonte: Jornal Opção por Amanda Damasceno – 10/03/2017