Cervejeiro desenvolve receita no quintal de casa e vence concurso

Flávio Domingues é de Poços de Caldas e ganhou evento em Blumenau.

Fórmula premiada foi cedida à cervejaria e produzida em alta escala.

<< Cervejeiro de Poços de Caldas (MG) desenvolve receita no quintal de casa e vence concurso (Foto: Arquivo Pessoal/ Flávio Domingues)

Um engenheiro de alimentos de Poços de Caldas (MG) desenvolveu no quintal da casa dele e da esposa, no bairro Jardim Country Club, uma fórmula de cerveja caseira que foi premiada em um concurso realizado em Blumenau (SC), eleita a capital da cerveja no Brasil. A paixão Flávio Domingues, de 31 anos, pela cerveja caseira já vem de alguns anos e surgiu depois ele se formou na faculdade.

A fórmula vencedora do concurso foi do estilo Baltic Porter, uma cerveja escura feita com malte torrado ou cevada torrada, lúpulo, água e fermento. Mas, até chegar a ocupar o lugar mais alto do pódio, o engenheiro de alimentos precisou de muito estudo, teste e paciência para conseguir obter a fórmula da bebida ideal. Segundo o engenheiro de alimentos, além disso, o espaço adaptado comporta todos os utensílios para a elaboração da bebida.

“Eu precisei adaptar o local, buscando otimizar o espaço e dando mais funcionalidade, mesmo de forma artesanal. Além disso, a preparação da cerveja exigiu bastante estudo, pois o estilo Baltic Porter é bem complexo em suas características. Assim foram algumas semanas de estudos, livros, teorias até estruturar a formulação final. Eu também segui o guia Beer Judge Certification Program (BJCP), que reconhece as habilidades na degustação e avaliação da cerveja”, explicou o cervejeiro.

O interesse pela bebida feita na panela, segundo ele, era encarado apenas como hobby, mas desde que teve uma das suas receitas premiadas em um concurso, os planos começaram a mudar.

"Eu comecei a me aprofundar no universo das cervejas artesanais surgiu em 2011. Desde então, fui buscando qualificações e capacitações de forma a ir otimizando minhas produções caseiras. Aliado a experiências particulares, como um hobby, desde o ano passado passei também a lecionar profissionalmente em um curso de fabricação de cerveja artesanal oferecido na cidade".

Flávio Domingues é de Poços de Caldas (MG) e ganhou evento em Blumenau (Foto: Lúcia Ribeiro/G1)

Sigilo total
Por ser muito criterioso, Flávio encarou o concurso como um grande desafio, por isso ele preferiu que tudo acontecesse em sigilo. “Decidi participar pois acreditava que seria um grande desafio e teria a chance de receber um feedback detalhado com a avaliação dos especialistas sobre a minha cerveja. A minha fórmula foi avaliada por mim e por alguns amigos cervejeiros. Como aprovaram, decidi enviar as amostras para Blumenau. Tudo correu em sigilo e não anunciei a ninguém. Nem esses amigos sabiam. Na verdade, só a minha esposa sabia”, contou o cervejeiro.

Depois de enviar as amostras veio a ansiedade. Até o resultado final, foram alguns meses de expectativa. Dias que agitaram alguns momentos em família. É o que explica a esposa do cervejeiro, Marília Braz Dias Domingues, única a ficar sabendo que a receita do marido estava concorrendo no evento.

Ao lado da esposa, cervejeiro de Poços de Caldas (MG) comemora cerveja premiada em concurso (Foto: Lúcia Ribeiro/G1)

“No dia da própria inscrição, ele ficou o tempo todo atualizando o site para conseguir cadastrar, porque as inscrições acabam em poucos minutos. Ele ficou com uma expectativa boa, do bem. No dia que ele ficou sabendo que estava entre os seis finalistas, ele ficou muito feliz”, disse Marília.

Ainda segundo Marília, o casal já está junto há quase 13 anos, e por isso ela se lembra muito bem de quando o hobby começou. Data que ela tem na ponta da língua. “A primeira brassagem foi no dia 1º de janeiro de 2012. Desde então, já são mais de 80 brassagens, e até hoje todas deram certo. Ele é muito determinado e dedicado, por isso sempre apoiei. É um hobby dele, mas que eu também aprendi a amar e sei que tem tudo para pular do amador para o profissional”, contou orgulhosa.

Reconhecimento
Entre luzes de flashes, abraços dos amigos e familiares, e ao som de copos brindando, é assim que o engenheiro de alimentos vai se lembrar da última quinta-feira (16). A descrição, na verdade, refere-se ao lançamento, em Poços de Caldas, da cerveja caseira e artesanal de Flávio.

"É um reconhecimento e tanto, viu. Quem diria que a minha cerveja sairia das panelas, lá do quintal de casa, e atingiria um enorme público. Ao ver a versão final, engarrafada, posso dizer que é um troféu que será lembrado para sempre", disse Flávio.

Representante da cervejaria, responsável pelo concurso, esteve em Poços de Caldas (MG) (Foto: Lúcia Ribeiro/G1)

O evento realizado em uma loja especializada de cervejas na cidade, contou com a presença de amigos e familiares. Quem também acompanhou o lançamento no Sul de Minas foi o sommelier de cervejas Yuri Holbrich, de Blumenau. O representante da cervejaria, responsável pela organização do concurso, disse que o evento marca uma das etapas da premiação.

“O Flávio foi até Blumenau e acompanhou a primeira brasagem da receita da cerveja dele lá na fábrica. Esse lote foi envasado - é o que estamos degustando agora - e esse mesmo lote vai ser envasado e será disponibilizado para todos os nossos distribuidores e clientes do Brasil afora. Por isso é com muita alegria que acompanho o lançamento aqui, na cidade de origem dessa Baltic Porter”, disse Yuri Holdbrich, sommelier de cervejas, que trabalha na cervejaria que organizou o concurso.

Bebida premiada do estilo Baltic Porter e foi desenvolvida em Poços de Caldas (MG) (Foto: Lúcia Ribeiro/G1)

Ainda segundo o sommelier, o concurso tem como premissa despertar o que de melhor existe no mundo dos cervejeiros caseiros. “Um dos principais objetivos do concurso é, justamente, fomentar essa cultura da cerveja caseira, da cerveja de panela. Fomentar a criatividade do cervejeiro caseiro e a capacidade técnica dele. A gente vem fazendo e descobrindo o melhor de todos os participantes que ganharam os concursos. Então, a gente fica bem contente que a gente sempre conseguiu premiar cervejeiros dedicados”, contou Yuri.

A expectativa agora é que o lote da receita de Flávio, envasada em Blumenau, seja revendido em todos os estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal e alguns estados do Norte e Nordeste do país, como Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Pará, Rondônia e Roraima.

"As expectativas são as melhores possíveis. Com todo o reconhecimento a ser proporcionado em âmbito nacional, creio que essa conquista possa abrir novos horizontes, expandir meus conhecimentos e transformar o que é hobby em uma profissionalização no segmento de cervejas artesanais", concluiu Flávio Domingues.

Fonte: G1 Sul de Minas – 21/03/2017