Oito estratégias surpreendentes para melhorar o bem-estar no trabalho

trabalho felicidade 19 08

O número de faltas não é a única forma de saber como um funcionário está se sentindo no trabalho. Um levantamento recente realizado nos Estados Unidos mostrou que apesar do aumento de programas corporativos de bem-estar nas empresas, a falta de engajamento custa às empresas US$ 550 bilhões de dólares todos os anos. E mais: problemas com estresse relacionados ao trabalho custam outros US$ 300 bilhões.

O que fazer então? Novos estudos estão mostrando estratégias surpreendentes para melhorar o bem-estar dos trabalhadores e sua produtividade. Para começar, as pessoas são mais felizes e engajadas quando aceitam que, às vezes, o trabalho é chato, sugeriu uma pesquisa. Outra dica: encontre formas de se desligar. “Se seu objetivo é se sentir melhor, você precisa pensar em algo que não seja o trabalho”, afirma Reb Rebele, pesquisador da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, à Time. No artigo, especialistas recomendam alguns truques, com base em evidências práticas, para reduzir o estresse no trabalho. E fique tranquilo: aprender a meditar na sua mesa não é um dos itens da lista.

1. Faça um favor a alguém
Oferecer ajuda faz com que as pessoas se conectem, o que ajuda o corpo a se recuperar do estresse. Isso pode se aplicar facilmente ao escritório. Você pode, por exemplo, buscar um café para um colega que está tendo um péssimo dia. Se perceber que alguém precisa de ajuda, tire cinco minutos para fazer isso.

2. Leve seu cachorro, se puder
Implore ao seu chefe se precisar. Um estudo mostrou que quando os funcionários levam bichos de estimação para o trabalho, se sentem menos estressados e são tão produtivos quanto em dias sem cachorros.

3. Esconda seu celular
Mesmo que você não esteja usando o aparelho, ter um celular em seu campo de visão reduz a capacidade de se concentrar em uma tarefa difícil, mostrou um estudo de 2014. A simples presença de um telefone também faz com que as pessoas confiem menos umas nas outras.

4. Faça uma pausa pela manhã
As pessoas que fazem uma pequena pausa no trabalho pela manhã se sentem mais restauradas e menos exaustas emocionalmente do que os profissionais que optam por fazer uma pausa à tarde, segundo um estudo de 2016. Quem tira esse tempo de descanso pela manhã também tem mais chance de se sentir satisfeito com o trabalho.

5. Permita-se procrastinar
Em um estudo, os pesquisadores deram uma tarefa às pessoas e permitiram que elas jogassem campo minado por cinco minutos. Quem usou de fato o tempo para o jogo teve ideias consideravelmente mais criativas do que aqueles que começaram logo a tarefa, sem jogar.

6. Desapareça um pouco
Ok, seu chefe pode não gostar muito dessa dica… Faça uma pequena caminhada de 10 minutos durante sua jornada de trabalho, e durante esse tempo, não pense nas tarefas que você deixou no escritório, sugere Rebele. Em vez disso, ouça um podcast, telefone para um amigo ou parente, deixe sua mente vagar ou convide um colega para conversar sobre algo não relacionado ao trabalho.

7. Fofoque com seus colegas
“A interação social é muito valiosa, até mesmo para quem é introvertido”, diz Rebele. Mas para realmente se desligar do trabalho – e conseguir o ganho de produtividade e de bem-estar – você deve conversar sobre algo que aconteceu fora do escritório.

8. Encerre o dia de verdade
Um estudo de 2016 mostrou que se as pessoas que acham que deveriam ficar disponíveis para o trabalho mesmo depois do expediente, se sentem menos no controle e têm maior concentração de cortisol, o hormônio do estresse. Além disso, outro levantamento mostrou que desde que você entregue seu trabalho, fazer hora-extra ou trabalhar de casa não faz com que seu chefe goste mais de você.

Fonte: Época Negócios - 19/08/2017