Vai pra praia? Veja como harmonizar cerveja com delícias do verão

Sommelière ensina a mesclar diferentes tipos da bebida com pratos típicos do litoral.

Praia pede harmonização descontraída.

Poucas coisas no mundo combinam tanto quanto praia, cerveja e um petisco. Dá para relaxar só em pensar...A Pilsen, claro, é a preferida no litoral do país, afinal é refrescante, leve e combina com o clima praieiro. Mas há outras opções que você pode levar para a areia.

Convidamos a sommelière de cervejas Monali Bassoli para dar dicas de harmonização na praia. Veja:

Camarão frito – Petisco encontrado em muitas partes do Brasil, pode ser combinado com uma Saison. “Tem alta carbonatação para quebrar um pouco a fritura. É um pouco ácida também e a presença do lúpulo é marcante, mas não se sobressai”. As especiarias presentes no aroma e sabor podem dar um toque complementar ao camarão.

Queijo coalho – A American Wheat, com mais lúpulo e sabor cítrico, pode combinar.

Tiras de peixe – A clássica Pilsen é a sugestão da sommelière, por ter um leve amargor que corta a fritura.

Anéis de lula à milanesa – É outro petisco clássico que combina com Pilsen. Além dela, uma Witbier, que complementa o sabor do prato com a citricidade do limão.

Casquinha de siri – Petisco de sabor mais delicado, pede uma cerveja na mesma linha, como uma American Golden Ale. “Leve, com malte e lúpulo equilibrados, cremosa, tem leve dulçor e baixo amargor”, diz.

Milho verde cozido com manteiga – Uma clássica Weiss alemã é a dica da sommelière. “É mais opaca, um pouco mais encorpada, com sabores de banana e cravo. Dá pra pensar até num café da manhã”, comenta.

Pastel de carne – Um clássico, pode ser harmonizado com uma Red Ale, que combina com o recheio devido aos toques de tosta e de caramelo.

Acarajé – Prato intenso, o acarajé pede uma cerveja forte, como uma Pale Ale ou Amber Ale. Já quem gosta de pimenta pode realçá-la com uma IPA.

Ostras – Um pouco mais requintado, esse petisco pede algo clássico. “Uma harmonização com a Stout, que é uma harmonização cultural inglesa”, lembra. Mas também pode ser usada uma Witbier, que substitui o limão usado nas ostras.

Marisco ao vinagrete – O prato é comum, mas a harmonização pode ser para quem já tem o paladar mais apurado para as cervejas, como uma Red Ale de Flanders. “É bem pro vinho, harmoniza bem com o vinagre, que é o tempero principal. É bem complexa, ácida, e acompanha as semelhanças”, explica.

Moqueca de peixe – Outro prato forte que pede uma cerveja à altura, como uma Strong Ale, que tem bastante presença de malte e lúpulo pra finalizar.

Tapioca de coco com leite condensado – Um dos recheios mais clássicos da tapioca pode ir bem com uma Stout. “A cerveja possui aromas e sabores de chocolate e café, e por ser levemente amarga, ameniza o dulçor”, explica.

Sorvete de creme com raspas de chocolate –  Nesse caso, uma Fruit Beer de frutas vermelhas pode ser uma boa, pois entra como uma calda.

Fonte: G1 – 15/12/2016