Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

O conceito da bebida era oferecer uma sensação de leveza, ou seja, sem o “estufamento” que a cerveja traz. Além disso, a ideia é que ela pudesse ser consumida ainda mais gelada, se tornando ideal para uma noite de festa.

Outro ponto importante da concepção da Skol Beats está na embalagem, que não era nada parecida com a de uma cerveja comum: vinha numa garrafa com ondulações em formato de S, era transparente e diferente de todas as outras embalagens da época.

Desde então, a Skol criou outras variações da linha Beats – algumas em edição limitada e outras que até hoje podem ser encontradas no mercado, como a tradicional.

O segundo lançamento foi a Skol Beats Extreme, que possuía um teor alcoólico ainda maior, de 6,9%, e tinha foco nos frequentadores de casas noturnas. Algo marcante desse produto foi seu rótulo preto – inovador para as cervejas até então – e por esse motivo levou o apelido de Venon, numa citação ao personagem da série Homem Aranha.

Em seguida, foi criada a Skol Beats Sense, que entrou no mercado para competir com bebidas ices. Dessa forma, esse rótulo é misto, com base de cerveja e destilado num segundo momento. Com teor alcoólico de 8%, leva limão na receita e o ideal é que seja consumido com gelo.

Um outro produto bastante parecido com o Sense é a Skol Beats Spirit – bebida mista que pode ser consumida com gelo e que, além do limão, leva maçã em sua composição. No total, conta com 7,9% de teor alcoólico.

Por fim, temos a cerveja Skol Beats Secret, que também segue a linha mista. Ela possui uma cor avermelhada porque conta com frutas cítricas e silvestres, e pode ser consumida gelada, pura ou com cubos de gelo.

Assim como a Spirit, tem 7,9% de teor alcoólico e sua embalagem possui o primeiro vidro vermelho de processo industrial do mundo, ou seja, que não passa por nenhum processo de tintura.

Todas as embalagens da linha Skol Beats mantêm o design arrojado em S e contam com cores chamativas. Pela variedade de produtos, dá para perceber que as criações fizeram sucesso, não é mesmo?

Se você ainda não provou nenhum rótulo da cerveja Skol Beats, escolha um e depois conte para a gente as suas impressões. De toda forma, vale destacar a criatividade da empresa em unir a bebida com ingredientes e composições diferenciadas.

Fonte: Chef com cerveja – 23/12/2016

guia fornecedores