Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Museu leva visitante a fazer viagem ao passado e conhecer todas as etapas da produção da cerveja. Tecnologia e interatividade são os pontos fortes do local 

A tão esperada reinauguração da Cervejaria Bohemia aconteceu na manhã de ontem, com uma visita guiada só para convidados. Fundada em 1853, ela foi a primeira fábrica de cerveja brasileira e hoje, 159 anos depois retoma suas atividades e conta com o Museu da Cerveja que é um complexo que mostra desde a origem das primeiras cervejas, até os dias atuais, e também proporciona ao visitante conhecer todo o processo de fabricação das cervejas Bohemia. 

Paulo Mustrangi, prefeito de Petrópolis, esteve presente nesta visita de inauguração. 

"É com muita alegria e satisfação que inauguramos hoje (ontem) esta maravilha, resultado do trabalho conjunto da prefeitura com a AMBEV. Este é um momento histórico para a cidade de Petrópolis. Esta fábrica faz parte da nossa história pois além de ser a primeira cervejaria do país, foi fundada pelos colonos, o que faz deste local um espaço para nossa cultura e nossa tradição. Isso nos enche de orgulho" declarou Mustrangi. 

Ao chegar ao museu o visitante recebe uma pulseira com um código de barras que o conecta às redes sociais. A tecnologia empregada nos ambientes e cenários do museu, permite que o visitante interaja durante o percurso que é repleto de detalhes. As exposições desta viagem cervejeira variam desde antiguidades relacionadas à fabricação de cerveja, até cenários reproduzindo cenas do passado e recursos audiovisuais. A visitação passa por todo o processo de fabricação da cerveja, incluindo os ingredientes, recipientes, processos químicos e degustação. Toda a visita é muito bem assistida e monitorada pelos guias que facilitam a interação dos visitantes com as "peças". No final do percurso, as pessoas chegam a um salão totalmente interativo, onde é possível participar de jogos, tirar fotos em diversos cenários virtuais. Ao chegar neste local, podemos ver os visitantes se tornarem crianças diante da tecnologia interativa deste espaço. 

Gilmar Carvalho, gestor do projeto da Bohemia, diz que existe a preocupação por parte da empresa de sempre incluir novidades no museu, para que ao retornar, o visitante sempre possa se surpreender novamente. Há também a expectativa de que até a época da Bauernfest seja inaugurado o restaurante da cervejaria, para que mais uma vez a Bohemia esteja ligada de maneira direta a esta tradicional festa. 

Fonte: O Terminal, por Fernanda Souza – 30/03/2012 

guia fornecedores