Sommelier de Cerveja

Sommelier de cerveja: entenda como funciona essa carreira promissora

Já ouviu falar em sommelier de cerveja? Pois deveria! A carreira de especialista na bebida é promissora e não exige diploma universitário. Saiba mais!

Já pensou em fazer da cervejinha mais do que uma fonte de prazer, uma fonte de renda? Pois saiba que é possível. A carreira de sommelier de cerveja é a bola da vez. Apesar do nome chique, a profissão de especialista na arte da cerveja pode ser a sua: não precisa de diploma e o mercado é promissor. "Com mais acesso à informação, as pessoas começaram a buscar produtos diferentes, especiais. Cervejarias e importadores perceberam isso e surgiram novas vagas para profissionais especializados", explica Estácio Rodrigues, diretor do Instituto da Cerveja. Fazer da cerveja um ganha-pão rende R$ 1.500* no início. "Em um ano e meio, esse valor pode dobrar", diz. E não pense que a rotina é bebericar o dia todo. Nada disso! Abaixo, nós contamos tudo sobre essa carreira. Confira!

O sommelier de cerveja tem que saber tim-tim por tim-tim: desde a produção da bebida até o relacionamento com clientes. E trabalho não falta. "Há vagas em cervejarias, importadoras, distribuidoras e dá para prestar consultorias", diz Rodrigues. Entenda as diferentes funções da profissão:

Cervejaria: "Degustar a bebida é só uma parte do trabalho", diz o especialista. Aqui, o profissional elabora e faz análises sensoriais das receitas junto com o mestre cervejeiro e testa os lotes para conferir a qualidade da bebida. Além do setor técnico, quem atua na área comercial pode treinar as equipes de vendas, sugerindo as melhores opções de cerveja para bares, restaurantes...

Importadora: É o sommelier que escolhe quais rótulos de cervejas internacionais trazer para o Brasil. Para isso, é preciso estar atenta às novidades. "É preciso viajar e escolher as cervejas que estão de acordo com o paladar do brasileiro", afirma Rodrigues. Aqui você também pode capacitar equipes de venda.

Distribuidora: O especialista em cerveja escolhe as opções mais interessantes para os seus clientes, que podem ser bares, restaurantes, supermercados...

Bares, restaurantes, empórios, hotéis: Nesses locais, o sommelier de cerveja precisa:

· Controlar o estoque de garrafas.

· Escolher as bebidas de acordo com o perfil do estabelecimento.

· Cuidar do armazenamento das bebidas para manter a qualidade.

· Apresentar a carta de cervejas aos clientes e indicar qual é a melhor loira e o copo ideal para harmonizar a bebida com o prato que eles escolheram.

Consultoria: Nem sempre um restaurante pode ter um sommelier exclusivo, então, que tal prestar consultoria? Nesse caso, a pessoa fica responsável por entender o gosto do cliente, elaborar a carta de cervejas, negociar com os distribuidores e até treinar a equipe. "O trabalho costuma durar um mês e meio e cobra-se de R$ 3* mil a R$ 4* mil por consultoria", afirma Rodrigues.

Fica a dica!

· A carreira de sommelier de cerveja é nova e promissora, segundo Rodrigues. "Quem abraçar a carreira desde cedo vai colher os frutos. Tem demanda do mercado", diz.

· Trabalhar experimentando cervejas pode ser muito prazeroso, mas tudo é feito com muita moderação e responsabilidade, óbvio. "Bastam apenas 50 ml de cerveja para degustar", explica.

· O lema dos sommeliers é "beba menos, beba melhor". A ideia é fazer os consumidores apreciarem a bebida e não se empanturrarem com várias latas.

· Ao contrário dos sommeliers de vinho, as especialistas de cerveja podem usar um uniforme mais descontraído. Bom, né? "Mas tudo vai depender do local de trabalho", ressalta o especialista.

· Acha que a profissão é coisa de homem? Bobagem! O primeiro sommelier de cerveja brasileiro formado é, na verdade, uma sommelier, Kathia Zanatta. "Temos um ponto a nosso favor: nossa memória sensorial é mais rica que a deles, porque, desde pequenas, estamos mais expostas a aromas (perfumes, cremes...) e a sabores, por causa da culinária", completa Kathia.

Onde estudar e se especializar

A profissão não exige diploma universitário, mas se engana quem acha que as várias latinhas do fim de semana vão transformá-la numa expert da bebida. Há variados estilos de cerveja e, para entendê-los e se tornar uma sommelier de cerveja, é essencial fazer um curso na área. Confira algumas opções:

Presencial

· Instituto da Cerveja
São Paulo (SP), Blumenau (SC), Porto Alegre (RS)
Com aulas sobre história, fabricação e harmonização da cerveja – 100 horas por R$ 2.500* (ou 5 x sem juros)

· Academia Sommelier de Cerveja
Belo Horizonte (MG)
Com conteúdo completo sobre a bebida: da fabricação até a elaboração de uma carta de cervejas – 100 horas por R$ 2.300* (ou 5 x sem juros)

· Science of Beer
São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC) – em Belém (PA) há previsão de curso no segundo semestre
Trata dos processos cervejeiros – 70 horas por R$ 2.350* (Matrícula de R$ 350* + 5 x de R$ 400*)

On-line

· Sociedade da Cerveja
O curso gratuito não forma sommeliers, mas traz noções básicas sobre cerveja. Pode ser um começo.

* Preços pesquisados em março de 2014

Fonte: M de Mulher, por Marília Medrado - 06/03/2014